Buscar

Kalany Ratto: mais um talento revelado nas águas de Búzios

Atualizado: 9 de Out de 2019


Não tem jeito, passam-se os anos e Búzios continua sendo seleiro de grandes talentos do surf. Prova disso é Kalany Ratto, mais um dos surfista de destaque da Praia de Geribá. Aualmente, o atleta faz parte do Instituo Gabriel Medina e mora em Maresias, São Paulo. Kalany tem o surf no pé, manobras fortes e aéreos acrobáticos. Aos 16 anos, o atleta conta com bons resultados e, hoje, é o 3° colocado no ranking pro-junior da Federação de Surf do Estado do Rio de Janeiro (Feserj).

Em entrevista exclusiva, Ratto conta ao Cutback sobre as suas maiores dificuldades no surf competição, do esforço dos seus pais para mantê-lo competindo e muito mais. Confira a entrevista completa:

Cutback: Quando você começou a surfar?

Kalany: O surf entrou mesmo em minha vida com 4 anos, foi quando subi pela primeira vez na prancha.

Cutback: Alguém te inspirou no início do surf?

Kalany: Não tenho uma inspiração só, tenho muitos amigos na praia, e quando eu era pequeno os guardas vidas me empurravam na prancha, e a partir daí não parei mais, mas sempre tinha alguém do meu lado ajudando e me inspirando, todo mundo teve seu papel na minha história.

Cutback: Qual a maior dificuldade que você enfrentou em todo o seu tempo de surf?

Kalany: A maior dificuldade que enfrento constantemente é a falta de patrocínio, falta de investimento nos atletas, não só em mim, mas em geral, é uma luta constante conseguir dinheiro para competir, viajar para onde acontecem os campeonatos. Meus pais tentam fazer o possível para não deixar de competir os principais, mas sei que com um patrocínio de peso, poderia crescer muito mais e mais rápido.

Cutback: Quando você começou a competir?

Kalany: Meu primeiro campeonato foi com 9 anos, tenho muitos amigos em Geribá que competem, e fui instigado a ir. Competi meu primeiro campeonato em Cabo Frio em uma categoria iniciante.

Cutback: Em sua opinião, o que falta para os talentos locais irem para frente?

Kalany: Patrocínios, investimento nos atletas, as marcas não investem mais na nova geração como antes, dificulta para todos nós poder construir uma carreira sólida, ter treinamento adequado.

Graças ao apoio e todo o suporte do Instituto Gabriel Medina que eu estou com o surf que tenho hoje, os treinamentos são muito bons, os técnicos, toda a equipe fez uma diferença gigante na minha vida desde que entrei aqui, mas sei que tive uma oportunidade que nem todos tiveram. E uma marca deve apoiar um atleta e dar o mesmo suporte que o IGM para seus atletas para poder evoluir de verdade e estar sempre nos primeiros.

Cutback: Qual a melhor onda da Região dos Lagos?

Kalany: Saquarema, sem dúvida, as ondas lá são muito boas, manobraveis e tubulares quando tem tamanho, adoro essa combinação.

©2019 by Blog Cutback. Proudly created with Wix.com