Buscar

Surfista de Cabo Frio cria projeto social para crianças


Thalyson com seus alunos. Foto: Divulgação

A atividade esportiva consegue transformar a vida de muitas crianças e jovens, dando disciplina, foco e, em alguns casos, desenvolvendo atletas profissionais. O surf ajuda, e muito, a trilhar esse caminho. Em Cabo Frio, o surfista Thalyson Lopes teve a ideia de criar um projeto social para as crianças da cidade – o Brilhantes Surfistas.

Thalyson é instrutor de surf e gerencia o Brilhantes, que conta com o apoio de grandes marcas, como a Oi, Shark Suplementos, Studio Tottie Lemos e Shopping Park Lagos. Atualmente, Vitor Gabriel, de apenas 14 anos - um dos atletas do projeto - iniciou a sua trajetória nas competições de surf, com grandes resultados no amador e correndo etapas do profissional. Ao Cutback, Thalyson contou sobre a criação do projeto, do seu início na modalidade e muito mais. Confira!

Thalyson em dia de free surf. Foto: Divulgação

Cutback: Quando você começou a surfar?

Thalyson: O surf entrou na minha vida em 2003, com apenas 13 anos. Já andava de skate na zona norte do RJ e vi uma revista de surf e foi amor a primeira vista [risos]. Vendi um vídeo game para compra minha primeira prancha e não parei mais.

Cutback: Alguém te inspirou no início do surf?

Thalyson: Minha inspiração no surf foram os brasileiros da época, Marcelo Trekinho, Bruno Santos, Victor Ribas, Binho Nunes, Pedro Henrique, Guilherme Herdy e vários outros.

Cutback: Qual a maior dificuldade que você enfrentou em todo o seu tempo de surf?

Thalyson: A maior dificuldade que eu tive... são muitas na verdade. Os meus pais não eram do surf, então isso me limitou. A falta de equipamento foi horrível pois eu sabia que era possível evoluir e fazer as manobras e não tinha quiver [conjunto de pranchas] para cada tipo de onda.

Cutback: Quando você teve a ideia do projeto social?

Thalyson: A ideia do projeto social Brilhantes Surfistas surgiu da vontade de levar o surf para mais além e direcionamos a atenção para as crianças.

Cutback: Em sua opinião, o que falta para os talentos locais irem para frente?

Thalyson: O apoio ao surf local em Cabo frio vem ganhando força dia após dia. Na minha opinião precisamos realizar pequenos núcleos com jovens surfistas e experientes , para falarmos sobre os interesses em comum e dar suporte para a nova geração. Em relação a apoio financeiro, por exemplo, precisamos abrir muito a mente, o cenário fora da cidade está caminhando de outra maneira e aqui como vai ser? Podemos, sim, melhor o cenário e ter vários atletas por aqui patrocinados e representando cabo frio.

Cutback: Qual a melhor onda da Região dos Lagos?

Thalyson: Olha, hoje a melhor onda aqui da região... difícil dizer pois tenho surfado vários picos e me dado bem. Mas a melhor pra mim é a onda do Peró, lá é a onde estão os melhores tubos e manobras.

©2019 by Blog Cutback. Proudly created with Wix.com